domingo, 29 de junho de 2008

Baleiro

Marionete de um circo greco falido...
.
.
Visite também o bloco de desenho:
.


5 comentários:

Leo disse...

Bom desenho. Mas acho que você deveria desamarrar o Sr. Chapéu...
...Ele não me parece muito bem de saúde!
Saiba que me preocupa muito a saúde deste rapaz. Visando que ele me faz lembrar alguns dos bonecos de Cristóvão-Zacarias, pai de Drosselmayer "o Quebra-Nozes". O que me deixa por vezes mais apreensivo.

Joana Heck disse...

Oi Leo!
Bacana Leo. Quebra-Nozes, realmente é uma história pra se sentar e pensar, daria também uma ótima ilustração. Mas sabe você é o primeiro (entre várias pessoas que viram) que "sentiu" que o Baleiro não é só um marionete. Na verdade ele é muito mais gente que marionete, é um "homem" e suas amarras... o lado poético transforma o "homem cagão" em um bonitinho e atrapalhado marionete e de fundo acompanhando a música, uma história faz de conta. (:
Beijao pra ti!

Leo disse...

Rsrs... Por outro lado... Eis o legítimo erro de falta de travamento no último scrap!
Quis dizer, que pra mim, mais marionete, ou menos marioete... De maior ou menor escala, ainda assim é tudo igual. Tivesse o homem um limiar de liberdade e vontade própria, há tempos já teria asas pra voar!

Joana Heck disse...

Concordo Leo. Se o homem focasse a sua liberdade sem prender os outros quem sabe... Pra ser livre não basta só abrir os braços.

Keller disse...

Desculpe... Joaninha, mas eu fechei a conta antiga... E com ela se foram os meus comentários. =/

Mesmo assim o Sr. Chapéu parece bem mais feliz agora do que quando eu o conheci. =]

Grande beijo,
Leo Vitor